domingo, 5 de abril de 1998

6º Dia - Maceió-AL




Aracaju-SE x Maceió-AL
Distância percorrida: 270 km

Não acordo tão cedo e saio de Aracaju às 13:30h, e resolvo ir pela BR-101, e no caminho paro logo depois de Propriá-SE, na ponte sobre o rio São Francisco, divisa entre Sergipe e Alagoas. É uma ponte antiga,  com 793 m de comprimento, construída de 21 tramos de aproximadamente 33,4 m e um grande tramo metálico, levadiço, de 91,5 m. Existia na época a intenção de tornar navegável o Rio São Francisco para navios de grande porte, pelo menos até Paulo Afonso ou mesmo além. Era, portanto, exigência básica do edital de concorrência que no projeto estivesse prevista essa possibilidade para futura instalação, o que nunca ocorreu. Entretanto, as fundações e o tramo metálico estão executados tendo em vista a possibilidade de construção de torres metálicas ou de concreto com equipamentos para levantamento do tramo de 91,5 m. As águas do São francisco possuem um tom magnificamente verde.


Entrando o estado de Alagoas vejo inúmeros poços de petróleo com "cavalo de pau" (método de elevação muito comum em poços terrestres). A paisagem começa a mudar, com muitos canaviais e depois muitos coqueiros (mas a estrada litorânea revela mais esta beleza). O mar... azul.

Chego em Maceió às 17:00h e logo me alojo no hotel Verde Mar, bem no início da Pajuçara. Tomo um bom banho e saio para curtir aquela orla maravilhosa. Ando um pouco e resolvo ir ao shopping pois queria assistir "Titanic", que estava em cartaz.

No shopping, num daqueles balcões de vendas, conheço outra morena que me impressiona. Conversa vai, conversa vem, ela começa a me dar as dicas para curtir Maceió. Me fala que à noite fica muito animada em Pajuçara e Ponta Verde, nos inúmeros quiosques da orla. Fala dos restaurantes à beira da lagoa Mandau, das piscinas naturais da Pajuçara, dos passeios de barco, entre outros.

Bom, diante de tantas informações eu consigo marcar com a simpática morena de nos encontrarmos mais tarde, após ela sair do trabalho. Na hora marcada pego ela em casa, na Jatiúca e vamos dar um "ralé". Ficamos por ali mesmo, em Ponta Verde, num movimentado quiosque, com música ao vivo, gente bonita, animada, e sem excessos.

Inicialmente os planos seriam de sair no dia seguinte pela manhã, rumo à Natal, mas... não resisto ao charme daquela morena, e mais: na segunda ela estaria de folga. Combino de apanhá-la às 10:00h, passearmos um pouco (ela me mostrando mais de Maceió), almoçarmos na beira da lagoa, irmos assistir "Titanic"... pronto, Natal vai esperar um pouco mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço por sua visita e comentários.