segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Já curti muitas tardes assim...


Hoje o tempo é curto e quase não paro prá aproveitar o visual mas ele está sempre lá, de dia ou de noite. A amplitude do oceano nos permite a reflexão quanto a nossa pequinez e, ao mesmo instante, a nossa capacidade de abrangência.
Faz bem prá alma. É como encher os pulmões de ar.
Mas sou apenas um pontinho dentro desta "geringonça", que é um pontinho ainda mais insignificante na imensidão do oceano.