domingo, 3 de janeiro de 2010

3º DIA: Feira de Santana x Salvador




O dia amanhece chovendo mas nada que nos tirasse o ânimo de prosseguir. Como o amigo Jairo estaria de serviço neste dia optamos por deixar a visita para a volta. Valeu pois a chuva logo passou e já chegamos em Salvador debaixo de um lindo sol.

Um engarrafamento na chegada... a moto podia ir adiante mas ficamos ali, junto ao carro. O trânsito ficou retido por quase trinta minutos que pareciam duzentos. A roupa de viagem se mostrou muito eficaz e transmite segurança. Rodando não chega a esquentar, mas se parar... aos poucos você sente a temperatura subindo.

Ficamos rodando quase uma hora tentando acertar um hotel até que conseguimos um bem no desembocar na praia de Itapuã.

Muito calor e a turma partiu logo prá piscina, onde descansamos, relaxamos, nos refrescamos e... almoçamos.
Hora de regarregar um pouco as energias pois amanhã pegaremos estrada novamente.A sensação de estar desligado do dia a dia é algo que por si só já nos renova e prepara para o que está por vir.

Não viajamos com muita programação de quanto tempo ficaríamos em cada lugar. Nem sequer tínhamos previsão de onde se hospedar. Faço planos o tempo todo da minha vida e viajar dessa maneira embora traga alguns desconfortos mas torna tudo muito mais livre... estou LIVRE!!!!

Na parte da tarde fomos ciceroneados pelo velho companheiro de guerra André Bahia, que em 1998 morava em Alagoinhas e fizera um tour comigo, naquela ocasião, lá e em Salvador. Agora ele mora na capital, e mal despacha uma turma de visitantes e já parte prá nos acompanhar, num novo tour. Êta cabra bão este viu... gente finíssima.

Passeio daqui, passeio dali... nos detivemos mais mesmo no Farol da Barra e depois fomos degustar um acarajé tradicional, no "Vermelho" (se não me engano).

Mas a Bahia tem muitas belezas, uma cultura riquíssima... a gente vai andando e se dando conta da diversidade, povo diferente... mas a sensação que a gente acaba tendo e que está se conhecendo mais de si mesmo.

Mas por acaso alguém ainda não sabe "o quê é que a baiana tem"? Então dá só uma espiada na escultura.

Curtimos um pouco da orla da capital baiana.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço por sua visita e comentários.