domingo, 13 de julho de 2014

Piúma-ES x Tecnotruta (Ibitirama-ES)


Data: 13/07/2014
Veículo: Suzuki Jimny 4x4
Distância Percorrida: 172 km
- Tempo Gasto: 6 horas e 10 minutos
Participantes: Elton, Lourdes e Rillion

Pra ver a trilha no Wikiloc clique AQUI.

Saímos de Piúma no domingo às 07:40h para cumprir rota levantada através do Google Maps e transportada para o Wikiloc. Eu não sabia ao certo o que era asfalto e o que era terra, sendo que imaginava que predominantemente teríamos asfalto, o que não aconteceu... felizmente.

De Piúma até Iconha foram 10,3 km de terra, e dali pra frente foi asfalto, numa subida constante. Subimos cerca de 650 metros em 23 km, através de uma estradinha bem sinuosa, mas muito gostosa. Lá de cima dá até pra ver o mar. Foram 48,3 km de asfalto, depois de Iconha, passando por Vargem Alta, até São José de Fruteiras, quando deixamos a ES-164 e pegamos terra novamente, na ES-475.

Mais uma vez subindo, cerca de mais 100 metros, quando iniciamos um descidão. Descemos mais de 750 metros nos próximos 10 km, chegando ao fundo de um vale, por onde andamos por 20 km, até iniciarmos nova subida. Mas nesse vale passamos pela cidade de Castelo, deixando a ES-475 e pegandreiniciamos a subida, e chegamos numa cachoeira, à beira da estrada, no Km 110, pouco depois da localidade de Vieira Machado.

Subimos um pouco mais e transpomos mais uma montanha, descendo em Muniz Freire. Saímos desta cidade pela ES-379, asfaltada, mas cinco quilômetros adiante saímos na ES-489, também asfaltada. Mais cinco quilômetros e saímos da mesma, pegando uma subida de terra (e muito barro vermelho). Foi o trecho mais divertido do percurso, com subidas, descidas, curvas e retas, muitas pontes de madeira... e tudo cheio de barro.

Alternado pequenos trechos de asfalto, com longas estradinhas "de chão", chegamos à ES-190, que dá acesso ao recanto Tecnotruta, porém, alguns quilômetros antes do asfalto, uma surpresa: uma ponte interditada. Algum "espírito de porco" colocou foga na ponte (de madeira) e a mesma estava bem comprometida. Peguei uma corda, icei algumas pranchas que cairam no córrego, improvisei e... lá vamos nós. A Lu ficou com a máquina para registrar, mas estava tão nervosa que se esqueceu de fotografar.

Chegamos no Tecnotruta, bem ali nos pés do Pico da Bandeira, por volta das 13:30h, para descanso e almoço.Lugar legal, limpo, arrumado e aconchegante, mas só encontramos dois pontos negativos: o primeiro é que, estava frio demais, e não estávamos preparados pra tal, de forma que ficamos ali meio desconfortáveis. Segundo é que achamos muito "salgado" o preço dos pratos. Bem feitos e atraentes aos olhos, salgado também estava a batata que compensou a falta do mesmo no filé de truta, mas tudo com um sabor muito bom. Aqui na nossa terrinha a gente come bem, em quantidade e qualidade. Mas nessa hora conta também a diversão, o passeio, o lugar diferente, e muitas coisas mais.

Após alimentados, tiramos fotos e caímos na estrada de novo. Chegamos em Bom Jesus do Itabapoana quando começava o segundo tempo da prorrogação do jogo Alemanha x Argentina, e ainda vi o gol decisivo tomando um milk-shake.

Conhecemos assim, mais um pedaço destas terras capixabas. Até a próxima.

Foi um passeio bem legal e tranquilo (assista VÍDEO)












Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço por sua visita e comentários.